Três meses, meu Campeão

Foram três meses. Só três meses. Pouco tempo? Talvez. Para muitos, penso que sim.

Para mim não. Foram três meses, é verdade. Mas foram os três meses mais felizes da minha vida. Aqueles meses não se passaram, viveram-se. E viveram-se intensamente.
Nunca fizemos planos e, talvez por isso,tenha sito tudo tão bom. Aconteceu tudo muito rápido e, do nada, o que era nada passou a ser tudo. Tudo o que me fazia ser, crer, sentir, viver.

Era estar ali, naquele colo, naquele abraço e não precisar de mais nada. Era a certeza de que aquele era o melhor lugar do mundo, o mais seguro de todos. O único lugar perfeito.

E nós sabíamos. Sabíamos que por muito que tivessemos de correr, por muito que tivessemos que estudar e por mais trabalhos que tivessemos para fazer, ao final do dia, o pôr do sol ía ser mais uma vez nosso, só nosso. Todos os dias. Naquele parque. No nosso parque, no nosso cantinho. Lugar de abraços sem fim, de beijos repetidos, de brincadeiras parvas, de cambalhotas na relva e de  mimos que nunca esquecerei. Nunca.

Contigo o tempo voava. E, num abrir e fechar de olhos, era hora de deixar o nosso cantinho e  voltarmos a casa. Afinal, durante aquele tempo tinhamos sido só tu e eu, nós e mais nada lá fora. Mas havia coisas para fazer, coisas que exigiam demasiado tempo para alguém que só quer ter tempo para ser feliz outra e outra vez. E ser feliz, para mim, era estar nos teus braços. Era estar a implicar contigo por causa do sabor do tabaco nos teus lábios. Era estar a fugir de ti e a fazer de conta que não queria que me beijasses. Era estar a tapar-te esses olhos verdes, lindos de morrer, que não me deixavam ser má contigo. Até hoje, não voltei a ver tanto brilho num olhar. Até hoje, não houve olhos verdes que me parecessem bonitos. E a culpa é tua, porque me mostraste que os olhos verdes mais bonitos do mundo são os teus.

Ser feliz era ouvir a tua voz doce mal acordava. Era quando me ligavas só para que eu me pudesse derreter mais um bocadinho com a tua voz.

Foi tudo tão intenso, tão verdadeiro e, ao mesmo tempo, tão mágico que hoje, quando me perguntam o que é, para mim a felicidade, eu tenho que ficar em silêncio e só depois responder. É que eles não sabem e, muito provavelmente não íam entender, mas, para mim, felicidade é um momento – a manhã em que acordamos abraçados e, com um beijo, me sussurraste ao ouvido “bom dia, minha princesa”. Sei que esta definição de felicidade não vem nos dicionários, mas não tenho dúvidas de que nenhum dicionário no mundo terá uma definição melhor, mais verdadeira.

Foram três meses, meu campeão.

Três meses em que fui mais feliz que nunca! Três meses em que a minha vida foi um sonho. Eu vivi um sonho e vou estar eternamente grata por teres sido tu a vivê-lo comigo. Porque só contigo faz sentido. Porque só tu fazes sentir, só tu fazes sentido.

Foram três meses, meu campeão.

E eu senti que aquele era o último beijo. Não te disse, mas senti. Talvez agora percebas o por quê de eu te ter agarrado tanto, o por quê de estar um policia a mandar-te arrancar e eu não largar os teus lábios, o por quê de estar atrasada para o trabalho, ter pessoas à minha espera do outro lado da cidade e, mesmo assim, só te querer no meu colo. Só te querer a ti. Eu senti. Nesse momento, eu soube que depois de viver o melhor sonho, a realidade não ía tardar em fazer-me acordar.

Depois desse beijo, já se passaram três meses e estão quase a passar mais três. E eu continuo  a querer-te. Continuo a querer os teus lábios e o teu colo. Os teus olhos e a tua voz. E sabes que mais? Tenho tantas, mas tantas saudades de sentir o sabor do tabaco…

Tenho saudades tuas.

E, tu sabes, eu vou sempre continuar a querer-te aqui.

Sempre.

Meu atleta. Meu campeão.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Dark Heart disse:

    Texto simplesmente fantástico! Parabéns 🙂

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s