Três meses, meu Campeão

Foram três meses. Só três meses. Pouco tempo? Talvez. Para muitos, penso que sim. Para mim não. Foram três meses, é verdade. Mas foram os três meses mais felizes da minha vida. Aqueles meses não se passaram, viveram-se. E viveram-se intensamente. Nunca fizemos planos e, talvez por isso,tenha sito tudo tão bom. Aconteceu tudo muito…

O que se escreve quando me são tudo?

Ainda ontem estava a entrar, pela primeira vez, na universidade. A conhecer cada sala e cada jardim daquela que passou a ser, também, a minha casa. E, hoje, sou finalista. Do kit de caloira às fitas de finalista, foi um instante. Um piscar de olhos de pura felicidade. Ainda ontem obedecia aos meus doutores. E…

Promete-me

Custa-me olhar-te. Custa-me ver o brilho desses olhos verdes e saber que já não sou eu a razão de tudo. Custa-me olhar-te e saber que não é para mim que sorris. E como eu amo esse teu sorriso, o envergonhado e o atrevido. Custa-me saber que estás perto e eu te tenho tão longe. Custa-me…